quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Visita Sarracênica a São Paulo.

Sábado 22/10/2011:


Para começar a viagem, peguei um lugar horrível na viagem de ida, poltrona 22A logo atrás da asa esquerda.


Isso sem contar que trabalhei a noite anterior das 22 às 7 horas. É obvio que estava sem dormir.

Tentei dormir logo depois de decolar, mas como todo mundo sabe, meu kelvan esquerdo dói, quando minha nave atinge dobra oito... ah... quer dizer... minha bursite do ombro esquerdo dói, quando o avião sobe a 36.000 pés.


Praticamente só dormi alguns minutos. (Devia ter levado comigo uma daquelas garrafinhas de bolso de Whiskey. - nota mental: a próxima vez deverei levar pelo menos duas).

Na chegada, nenhum ser do promenade a me receber. Ainda bem que meu amigo de 23 anos atrás, o Engenheiro Nagib, estava lá para me receber e me levar ao centro da cidade. Depois de me registrar no hotel, ele me levou a um restaurante para comer um legítimo Bauru, nada a ver com os baurús daqui.

Claro que acompanhei com uma cerveja excelente da qual não vou fazer propaganda até porque o pessoal de aqui providenciaria meu óbito.


Nós aqui temos uma cerveja única, da qual também não vou fazer propaganda mas posso colocar um tema neutro, como por exemplo o Hino à Cerveja em vídeo a conferir.


Infelizmente com dor no meu coração estive pouco tempo com Nagib, havendo tanto para conversar, mas como eu disse aos seres da Excelsa, pretendo voltar ainda antes do acorde final de 2012. Se não houver acorde final, 2013 seria uma boa idéia.
Bueno.
À noite apareceu no hotel o Grande Z, comandante da Excelsa junto com a Primeira Dama Evelyn e a Alferes Julia,
pessoas maravilhosas que me receberam com grande carinho.

Imediatamente levaram-me a uma pizzaria onde um grande grupo estava reunido, entre eles o Fábio Ayçar,
vindo do RJ para me ver, com isso eu, modesto em termos; fiquei me achando o máximo.

Só por isso presenteei-lo com um dos meus charutos especiais City Club... (ah. Fiz propaganda. Sorry –este produto pode fazer mal à sua saúde. – Pronto. Contornei.)

Logo dos comes e bebes, o Grande Z e a Primeira Dama convidaram-me para a balada, num lugar bem concorrido e aconchegante; onde devo dizer com pesar que estive pouco, porque já não sou um jovem, e não tomei um Redb... aliás um fortificante.

Eu estava realmente com sono e cansado. De maneira que deixei os amigos por lá e retornei ao hotel.


Domingo 23/10/2011:


Depois de algumas aventuras nos profundos

subterrâneos paulistas do Metrô, finalmente conheci a Estação da Sé, que estava em construção da última vez que estive em São Paulo há 36 anos.







Depois de mais aventuras, cheguei ao Local do Evento da FFESP,

onde encontrei o Armando
e o Capitão Archer, que colocou um D'tagh no meu pescoço.

Depois eu testei o feiser do capitão no pescoço do Armando e ele fez o mesmo comigo.







Assisti apresentações




















e discursos,
fui apresentado a alguns seres, apertei mãos, garras, pinças e tentáculos e...

conheci o Almirante César, no seu manto de romulano.



No final do evento, seres da Excelsa reuniram-se, e combinou-se uma Pizza.
Na foto, Armando, Farak, Sarrah, Z e alferes Júlia.

Ah...! Essas pizzas trekkers das quais tanto ouvi falar e tanto quis participar ao longo dos últimos dez anos! E fomos para lá.



A primeira coisa que fiz foi pedir um Passport duplo, (ah! dane-se a propaganda!) que a gentil garçonete fez questão de acrescentar um “chorinho” enorme. Que a Grande Pluma de Agosória Ilumine sua Jornada!
E só esta foto valeu o preço da passagem até São Paulo: Madame Carol SciFi e El Sarrah Al Turbinad. Não é o máximo?

E aí conversamos, comemos e bebemos,
e nunca me senti tão bem na minha vida desde que me reencontrei com um grupo de Velhos Camaradas em um certo lugar da América do Sul... ah...! Isso é outra história.Voltando ao presente: Vejam o tamanho do Grande Rauba.
Não vou citar muitos nomes, até porque os que vão ver isto são os que participaram desse fim de semana que não esquecerei jamais. Mas as fotos estão aí para documentar:



Depois da pizza, foi a galeria de fotos.


Os amigos me deixaram no hotel, onde dormi placidamente com a TV ligada.

Segunda Feira 24/10/2011.

Assim que acordei, e logo após encerrar minha conta no hotel saí para passear. Logo Farak ligou para me buscar para almoçar com Joelson num restaurante japonês.Depois de um sushi excelente; Farak, grande motorista, levou-me a Guarulhos para embarcar de volta.
Me fez prometer que na próxima vez eu viria por Congonhas.
Feito!

6 comentários:

  1. Ei Mestre! Como assim não foram te buscar no espaçoporto? E o pequeno homossexual (viadinho) do Silva Sauro?

    ResponderExcluir
  2. Não foi ninguém do Promenade, Nem o Silva Sau... aliás quem é o Silva Sauro?
    Na próxima vez vou por Congonhas e pego o Metrô.
    Vários se ofereceram para na hora H quem foi foi o Nagip, que conheço desde 1988 por carta.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe a demora em ler e comentar... foi divertido o final de semana.. espero que se repita em breve! beijos

    ResponderExcluir
  4. Se repetirá, Madame Carol. Afinal, o que é bom deve repetir-se, embora seja em pequenas doses.
    Como eu disse acima, só aquela foto valeu mo preço da passagem.
    Beijos
    Vida Longa e Próspera!

    ResponderExcluir
  5. Muito Legal! Isso tudo faz parte das alegrias da vida! Longa vida a todos e grandes e intermináveis pizzas...

    ResponderExcluir
  6. Valeu, C.F.Menz, pelo comentário!
    Que os Trekkers que são Trekkers sejam unidos, e que a grande Pluma de Agosória Ilumine sua Jornada nas Estrelas!

    ResponderExcluir

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)