sábado, 10 de dezembro de 2011

Há um ano...

Há um ano,
em 10 de dezembro de 2010,
às 6 da manhã,
faleceu em Gravataí,
Rio Grande do Sul,
Brasil,
o Grande Ufologista português açoriano
JOSÉ VICTOR SOARES,
meu camarada há 21 anos.

Era um homem simples,
de vasta erudição.
JOSÉ VICTOR SOARES
(In Memoriam)
Natural dos Açores,
diretor da Irmandade Cósmica da Cruz do Sul (ICCS) de Gravataí, RS, fundada no dia 20 de agosto de 1967,
sendo portanto uma das mais antigas do país.
É responsável por mais de 600 investigações de campo
que realizou, mais de 100 publicações de suas pesquisas.

Ele agrupou diversos relatos e fotos provenientes de mais de 70 países.
O Jornal
Correio de Gravatai
publicou
esta reportagem
em 11/12/2010.

*******
Salve Vitor!
Que os Deuses o tenham!
A Luta Continua!
Ao final Venceremos!
*******
Martin Juan Sarracena

4 comentários:

  1. Grande pessoa, tive a oportunidade de conhecer a sua simplicidade e sabedoria aqui: http://foradomanual.blogspot.com/2008/04/encontro-brasileiro-de-ufologia-em.html

    Figura que a massa deveria admirar... Parabéns ao blog, abraço!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário. J. Victor foi um Grande Mestre e Amigo.

    ResponderExcluir
  3. O Victor não morreu: foi verificar 'in loco' suas incríveis pesquisas sobre o Infinito.
    Que os Deuses sejam seus cicerones.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado CFMenz pelo comentário.
    Com certeza sua Walkíria, a mais bela de todas; porque é a dele, o conduzirá carinhosamente no seu cavalo alado às portas do Walhalla em Asgard.
    Deve ter entrado com ela segurando sua mão e lhe entregado uma taça da sua bebida predileta. Derá ter comido carne de javali, fresca e saborosa, bebido hidromel e contado as memórias das suas batalhas aos grandes heróis do passado que ali deve ter encontrado; Siegfried, Heracles, Aquiles, Rei Leônidas, Rei Arthur, Rolando, e outros Grandes Avatares mais recentes... Terá muitos solstícios, mas o tempo não passará mais para ele...

    ResponderExcluir

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)