sexta-feira, 18 de março de 2011

Mundos Paralelos - Capítulo 4 - 4.4

4 - 4.4
Primeiro Contato.
Foi fácil seguir o veículo dos visitantes porque havia uma trilha aberta por eles na vinda. Terminou a floresta e o veículo de seis rodas dos visitantes acelerou ao máximo com luzes acesas, levantando poeira. Os exploradores aceleraram atrás dos visitantes, que não pareciam tê-los visto. Chegaram à Havern Umbr, atravessaram-na e saíram mais uma vez ao campo aberto, onde aceleraram novamente.

Em uma hora percorreram 400 estádios até o local de pouso dos visitantes. Já era noite fechada e iam com luzes desligadas para não serem vistos. Detiveram-se ao atingir um ponto em que seria perigoso continuar. Lon desceu, Nig e Borg imitaram-lhe.
–Os veículos ficam aqui, é mais seguro. Os outros esperem, caminharemos mais discretamente e sem barulho apenas nós três.
Os exploradores caminharam em silêncio no campo de vegetação rala. Logo avistaram luminosidade na planície por trás de uma lomba e se abaixaram no mato para não serem vistos. Deslumbrados, viram as construções semi-esféricas, perfeitamente alinhadas e a pista iluminada com holofotes, onde quatro naves estavam colocadas lado a lado, em perfeita formação.
–Pensar que atravessaram o cosmos para vir aqui – disse Lon maravilhado.
O veículo dos visitantes deteve-se na frente de uma das construções com
janelas iluminadas. Dois seres desceram e entraram.
–Esperem aqui – ordenou Lon – tentarei me aproximar daquele alojamento.
–Ficou louco? – escandalizou-se Nig – matar-lhe-ão se lhe descobrirem...

–Se me descobrirem – repetiu Lon e arrastou-se em direção aos alojamentos.

–Prepare a pistola – recomendou Borg – e não se deixe ver.

Lon engatinhou por entre os matos ralos e chegou ao limite do acampamento,
delimitado por postes iluminados e alcançou a pista de pouso. Agora podia ser visto.
Lançou-se correndo o estádio escasso que era a largura da pista e conseguiu ficar escondido entre as construções.
Viu uma janela iluminada, juntou coragem e olhou para dentro...
*******.

Foto: Homenagem ao filme "Angry Red Planet"(1959).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)