sexta-feira, 2 de julho de 2010

Mundos Paralelos - Capítulo 2 - 2.1

CAPÍTULO II (2.1)
Época Atual.
Com a tecnologia capturada aos Alfas Cinzentos, à equipe do Dr. Valerión começou a colonização da Lua.

Nesse meio tempo, a situação mundial foi piorando, enquanto Antártica mantinha-se estável.



Pessoas com boa saúde fí
sica e mental foram recrutadas para trabalhar nas colônias da Lua, independente das nações escravas da Nova Ordem Mundial. Esta ainda não tinha tecnologia capaz de competir com a dos homens livres da Antártica, e as tentativas da ditadura para chegar à Lua e impedir a fuga de escravos; eram repelidas pela força, com o que a situação política piorava.


Valerión inve
ntou o antigravitator e o motor de protofissão subatômica que diluía um preparado composto de lixo atômico e peróxido de hidrogênio; e aproveitava a reação em cadeia implosiva controlada com geradores de campo. Através de válvulas, a mistura verte-se na câmara de combustão onde se produz uma deflagração controlada, ativada por um raio de antiprótons.

O contato entre matéria e antimatéria, faz com que a massa de ambas vire energia. Um grama de ambas libera o 50 quilotons de energia. Valerión desenvolveu um escudo de campo para isolar

veículos espaciais contra meteoros ou mísseis, tornando à nave invulnerável.

Valerión também obteve o vitroplast, um material transparente isolante de radiação, duro, porém flexível, composto de titânio, alumínio e outros elementos ligados em zero-g.

Com o vitroplast veio também o vitrotitânio, metal mais leve do que o alumínio e mais duro do que o diamante, porém com a elasticidade do aço. Depois o vitrotitanoplast, material para roupa espacial; duro como aço; mais tarde a vitrocerâmica, material para recobrir a câmara de combustão de motor foguete, cuja resistência ao calor não tinha semelhante na Terra escravizada.

Muitas coisas foram adaptadas pela equipe do Dr. Valerión a partir da ciência alienígena, para servir de ferramentas à nascente força espacial que estava sendo criada pelos homens livres da Terra: F.A.E.C.S; Forças Aero Espaciais do Cone Sul.
Apenas Leonardo de Vinci inventou mais coisas do que o Dr. Valerión, mas Leonardo era o homem da Renascença.

Valerión era o Homem do Apocalipse.
*******.
Mundos Paralelos ® – Textos: Gabriel Solis - Arte: André Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)