sexta-feira, 16 de abril de 2010

Mundos Paralelos - Capítulo I - 1.19

1.19
Nove anos antes, em 10 de março de 2004...
...A nave Selene II desceu na Cara Oculta da Lua, onde fundaram uma base a salvo da Nova Ordem Mundial. Aí trabalhariam em paz para chegar aos planetas.
A expedição foi comandada pelo Dr. Prof. Alexei Gregorovitch Valerión e o piloto Alan Claude Sarrazin, capitão da FAEB (Força Aérea Espacial Brasileira). Na tripulação estava o aspirante Aldo Santos, na época com quinze anos. Não se consideravam russos, brasileiros ou uruguaios, porém antárticos. Ao chegar viram óvnis afastandose.
Colocaram em fuga uns alienígenas que abandonaram a base que montavam.
Eram os vampiros espaciais de Zeta Reticuli IV, os alfas cinzentos, que abandonavam a base montada com conhecimento da Nova Ordem Mundial. Os antárticos entraram nas construções dos nojentos alienígenas, encontraram documentos, ferramentas e sua imunda comida ainda quente; composta de partes de seres humanos terrestres; dissolvida num líquido orgânico, o que os deixou enojados ao descobrir o que já se suspeitava no século anterior. Posteriormente descobriram uma nave espacial avariada, que tinha sido abandonada às pressas pelos intrusos.
Com a tecnologia capturada aos aliens, a equipe do Dr. Valerión começou a colonização da Lua, onde depois fundaram cidades autônomas, semelhantes à Cidade Antártica. Foram chamadas: Cidade Lunar, Port Armstrong, Cidade Antípodas, Nova Chile, Argentina II, Brasil II, Cidade dos Velhos, e a tristemente célebre Prisão de Segurança Máxima nas Montanhas Malditas, na face oculta da Lua.
Nesse meio tempo, a situação mundial piorou. Pessoas de boa saúde física e mental foram recrutadas para trabalhar nas colônias da Lua, independente da Nova Ordem Mundial, que não tinha tecnologia capaz de competir com a dos antárticos; e todas as tentativas da ditadura para chegar à Lua e impedir a fuga de escravos; eram repelidas à força por Antártica, com o que a situação política piorou.
Com os conhecimentos dos alienígenas, Valerión levou adiante seus inúmeros inventos que lhe permitiram levar os antárticos aos planetas. Muitas coisas foram criadas pelo Dr. Valerión para servir de ferramentas à nascente força espacial criada pelos homens livres da Terra: FAECS (Força Aérea Espacial do Cone Sul).
Muitas aventuras, Aldo e o seu mestre Valerión, compartilharam nesses nove anos de amizade e respeito. Agora se reuniam de novo para enfrentar a presente crise.
*******.

(Continua) Click nas imagens para aumentar

Mundos Paralelos ® – Textos: Gabriel Solis - Arte: André Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)