sexta-feira, 19 de março de 2010

Mundos Paralelos - Capítulo I - 1.16

1.16
O espião Jack conseguiu sabotar a base militar Nº 1 da resistência contra a ditadura, graças à traição de um funcionário que foi comprado por ele e que colocou um explosivo plástico junto ao gerador principal.

Tarde demais ele soube que não
poderia gastar o sujo prêmio.

Quando Jack se retirou, ele ficou desesperado, mas era

tarde demais para deter a bomba trazida da Terra pelo espião.

Ao explodir a base, ele
ainda estava dentro, lutando para fazer-se ouvir.

Mas ninguém acreditou nele.
Os
ocupantes da base esperavam o ataque de fora, mas veio de dentro, no mais puro estilo do governo mundial: o suborno e a traição.

*******.

(Continua) Click nas imagens para aumentar

Mundos Paralelos ® – Textos: Gabriel Solis - Arte: André Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)