segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O Pasado do Sistema Solar IV


Com a carta póstuma de Angztlán na mão, Pru viu partir o autoplaneta Analgopak-Ran com algumas centenas de milhares de ranianos inferiores, que fugiam da iminente destruição. A frota inimiga fora detida graças ao sol de antimatéria, a arma total, que os destruiu junto com uma estrela e seus planetas. Mas com isso, o núcleo de Ran desestabilizou-se, devido ao grande dreno de energia usado para criar o casulo de contenção. Agora os terremotos eram freqüentes e os cidadãos com meios próprios de locomoção começaram a emigrar para os mundos do sistema e sistemas vizinhos, onde confiavam em sobreviver. Pru-43 reuniu sua tripulação dispersa e abasteceu a nave para partir. Solicitou permissão para decolar à mesa de controle do espaço-porto, mas havia tanta confusão e pânico por todos lados, que decolou por conta; assim que os tripulantes embarcaram. Em suas memórias nos diz:

" Nossa intenção era ir para Vurón, que nesse momento encontrava-se em oposição, do outro lado do sol. Quando menos o esperamos, Ran explodiu por trás de nós, dilatou-se, crescendo até ficar muitas vezes maior do que era. O tempo e o espaço convulsionaram-se à nossa volta e fomos obrigados a entrar na grossa atmosfera do terceiro planeta para proteger-nos dos destroços. Uns poucos caíram nele, e fomos testemunhas de um grande dilúvio e do afundamento de dois grandes continentes. Os nativos, avisados pelos ranianos, lutavam para sobreviver em grandes barcos de madeira, mas as principais colônias ranianas, Atlantis e Lemúria, desapareceram sob a grande massa de água, que dava aquela cor azul ao planeta..."
Noé Asteca
*******.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)