domingo, 20 de setembro de 2009

Assuntos relacionados: Uma divindade africana em Hollywood.

Uma divindade africana em Hollywood.
por Eduardo de Osala.
http://ileaseomiorisa.zip.net/
e-mail: eduardodeosala@hotmail.com
Hoje me deparei com uma divindade africana sendo mostrada num personagem de filme americano. Personagem originário das histórias em quadrinhos, mais precisamente denominado
"X-Men".
Até o momento não havia observado nenhum personagem em tempo algum da mitologia africana sendo desenvolvido no cotidiano de entretenimento. Ao longo dos anos foram mencionadas algumas divindades de outras Nações, como, por exemplo, Thor, o Deus do Trovão da mitologia nórdica, Zeus da mitologia grega e outros, sendo mudadas apenas algumas de suas características divinas para melhor adaptação a um roteiro maleável aos olhos dos consumidores de leitura de ficção.
O personagem a qual me refiro no filme X-Men se chama Ororo, codinome "Tempestade".
Não fiz a comparação aleatoriamente, me baseei nas características do personagem, que é de origem africana, com uma estranha cabeleira branca e com poderes climáticos, sendo os principais o domínio dos raios e dos ventos. Perante aos dados que passo, os mais religiosos de cultura africana estariam comparando Ororo - Tempestade, com a divindade africana Oiá, deusa dos ventos e tempestades. Até certo ponto procurei algo mais concreto para me basear. Alguns fatos mencionados pela autora americana Judith Gleason no seu livro: OYÁ - Um louvor à Deusa Africana, ela menciona outra deusa africana quase esquecida aos olhos ocidentais, da região de Bambara, do alto Níger, de nome Nyalé, com dons divinos iguais a Oiá, mas com certas atribuições comparativas particulares ao personagem fictício Ororo. Como mencionam alguns itás sobre ela: Nyalé, uma mulherzinha de cabelos brancos. Iguais como aparece Ororo nas revistas em quadrinhos e nos filmes de película.
Havendo uma mudança radical nos valores teológicos dos bambarás, impostas pela inclusão de outras doutrinas religiosas, predominantemente islâmicas, eles ainda retêm lembranças de uma cosmologia Elementar. Mesmo banida do esquema ideal de adoração, a divindade Nyalé se retirou para o submundo, rebaixada de deusa a feiticeira. Assim também se comporta Ororo em suas aventuras nas histórias em quadrinhos e filmes, usando seus poderes elementares para fazer o bem. Nascida com dons especiais e vista pela sociedade como uma aberração.
Há também em suas narrativas fatos que mesclam o cotidiano ocidental com a cosmovisão africana na relação do personagem desenvolver uma simbiose com a natureza, dando alusão que se houver um desequilíbrio desta, haverá também em seus poderes.
O importante de tudo isso é que o personagem Tempestade foi bem elaborado. Mesmo que não fosse baseado na divindade africana Nyalé ou Oiá; foi demonstrado em suas características dons bastante divinos, se mesclando deusa e heroína, e deixando o mundo conhecer que a África, com toda sua magia, transporta para outras terras Divindades que se transformam em Heróis.
*******.
Fontes: Gleason, Judith - Oyá "Um louvor à Deusa africana" ed. Bertrand- Brasil
Ribeiro, José - Mágico mundo dos Orixás - ed. Pallas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderei a todos os comentários.
Não se acanhe por causa da moderação. Se gostou, comente. Se não gostou critique, mas critique com criatividade, assim pode ser que seu comentário permaneça no blog por tempo suficiente para todos verem.
(As opiniões dos comentários não necessariamente refletem as minhas e às vezes nem as do autor dos comentários...)